Calendário DIY
Vasos Paramétricos do Século XVII
Barmak
Pontos:  80
Desde:  27/12/2011
Finalizado
Nível intermediário
x 0
Favoritado
Em:  09/01/2014   ( 06/02/2014 )
Atribuição. Permite o uso comercial. Permite projetos derivados.
Estrela cheiaEstrela cheiaEstrela cheiaEstrela cheiaEstrela cheia
0
1
2
3
4
5
Esta é um post sobre uma obsessão (semi doentia) sobre um vaso. Na imagem o modelo (3D), reinterpretado, da versão original de mais de 300 anos. Em exposição no National Palace Museum de Seoul na Córeia do Sul foi avistado um pequeno vaso de traços formosos! Na saída, para a decepção de todos, o vaso com formato orgânico não era vendido na lojinha do museu. Pois é, eu precisava daquele vaso!
1
Um Pouco de História
Uma característica marcante do vasos da dinastia Qing é sua geometria arredondada na parte inferior, várias faces (de 6 a 12 – mas podem haver outras variações) e um pescoço alongado. Durante a pesquisa encontramos vasos de vidro, a grande maioria, e de jade. Mas vasos de porcelana também devem existir.

[ imagem B ]

Estes vasos são conhecidos como vasos Qianlong, uma referência a época que foram confeccionados. Qianlong foi um próspero imperador chinês da dinastia Qing (1644 a 1912) e foi um patrono da arte e cultura chinesa. A influência do imperador foi grande sobre toda a região e por isso era possível encontrar artes com traços Qianlong em outros países/impérios.

[ imagem C ]
 
2
Produzindo o Vaso

Utilizando métodos modernos de modelagem paramétrica e prototipagem rápida fizemos uma réplica de um vaso Qianlong.

1 – Modelando o Vaso: Devido a falta de habilidade em sopro de vidro, resolvemos utilizar métodos modernos de fabricação de produtos. Para isso, precisávamos modelar o nosso vaso num software de CAD que permitisse exportar arquivos especiais para estéreo-litografia (vulgo: impressão 3D). Modelamos o vaso no Rhino usando o Grasshopper – um plugin de parametrização – que permitia fazer alterações em nosso modelo de forma rápida e automatizada. Na imagem abaixo o modelo em wireframe, renderizado e impresso em gesso.

<<< Foto A >>>

2 – Imprimindo o Vaso: Foi nesta impressora que conseguimos fazer o modelo 3D do nosso vaso virar realidade.

<<< Foto B >>>

A impressão de cada vaso demora algumas horas!! Abaixo o vaso impresso em gesso e tratado com um material parecido com cola super-bonder.

<<< Foto C >>>

Não satisfeitos com o trabalho colossal que deu pesquisar, modelar e imprimir o vaso, resolvemos tentar fazer a réplica ficar o mais próxima da realidade. Para isso teriamos que fazer um molde do vaso e faze-los em resina. Uma das provas que o vaso produzido por nós é falso (na verdade é uma reinterpretação cyberpunk) deve-se a falta, intencional,  do selo esculpido pelo autor do vaso.

<<< Foto D >>>

 
3
Acabamento

3 – Fazendo o Molde e Resinando: Molde bi-partido do vaso de gesso em borracha de silicone. Foram quase 3 litros de borracha.

<< Foto A >>

Abaixo vasos feitos com pigmento translucido:

<< Foto B >>

O vaso transparente já recebeu polimento, enquanto o “catarrinho” só foi lixado

<< Foto C >>

 
A
Anexos
Você precisa estar logado para ver os anexos.
Comentários:
OCoisa
27/07/2014 às 20:00
Isso em vidro realmente deve ser um espetáculo!